Notícias


09/10/2019 11:00

"Pré-candidatura de Georgiano irá até o fim", diz Gilberto Kassab

Na manhã desta segunda-feira, 7 de outubro, o diretório estadual do Partido Social Democrático (PSD) realizou um evento de filiação de lideranças no Gran Hotel Arrey, no bairro São Cristóvão, zona Leste de Teresina.

O evento contou com a presença de representantes da direção do partido, como o ex-ministro Gilberto Kassab, presidente nacional da sigla, o deputado federal Júlio César, presidente do diretório estadual, e o deputado estadual Georgiano Neto.

Em entrevista coletiva, Georgiano comentou sobre as filiações e as metas que o partido tem para as eleições municipais de 2020.

“Estamos recebendo a filiação de mais sete novos prefeitos. Se somar os 36 já filiados, o PSD chega a 43 prefeitos no estado, e a expectativa é que nós possamos chegar a 50 ou 55 prefeitos. Além de prefeitos, temos vice-prefeitos e outras lideranças que vêm somar e disputar as eleições no próximo ano. Nós antecipamos esse processo para que o partido pudesse se organizar e trabalhar melhor para chegar fortalecido e ter o melhor desempenho, já visando as mudanças na legislação eleitoral”, disse.

Para Teresina, onde o nome do parlamentar é apontado como um dos possíveis candidatos ao pleito municipal, Georgiano afirmou que tem conversado com outros partidos e não descarta uma possível aliança.

“Não tenha dúvidas que estamos conversando com os partidos e lideranças que fazem oposição à gestão da Prefeitura Municipal de Teresina. Temos dialogado, cada um desses partidos tem as suas pré-candidaturas e vamos tentar viabilizar e discutir as estratégias para vencermos as eleições”, informou Georgiano.

Além do pleito majoritário, que é o cargo de prefeito da capital, o deputado estadual comentou que o partido concentrará esforços também na Câmara Municipal. “Temos preparado a chapa proporcional aqui em Teresina e o nosso objetivo é eleger de 4 a 5 vereadores no ano que vem”, explicou.

 Kassab

Gilberto Kassab, presidente nacional do PSD, comentou que o partido apoiará a candidatura de Georgiano e que “irá até o fim”. “Não haverá coligação. Nós vamos até o fim com a candidatura do deputado Georgiano Neto, que tem grandes chances de ser bem sucedida. Até porque a nova legislação, com a proibição da coligação para vereador, e impõe a uma candidatura a prefeito”, afirmou.

O ex-ministro afirmou ainda que é necessário o lançamento de uma chapa na capital do Piauí. “Eu acredito que um partido em uma cidade grande como Teresina, se não tiver candidatura a prefeito, é um partido que não está levando a sério o novo cenário da política brasileira. É fundamental que os partidos tenham cara, tenham mensagem, tenham propósito. E para que você tenha essas condições você precisa ter uma candidatura a prefeito”, finalizou.





FALE CONOSCO